Mensagem do Presidente do DMLC

CC Duba e CaL Maria Celeste

COLEGIADO TRANSFORMAÇÃO

Prezados (as) Associados (as) do DMLC

Como o país vive momentos de grandes incertezas nos campos politico, da saúde e econômico, a maior parte dos brasileiros encontra-se temerosa em relação àquilo que vem pela frente e uma pergunta não nos sai da mente:           “O que esperar de 2021?" Já temos algumas esperanças…..
O ano de 2020 nos entristeceu profundamente. Perdemos muitos entes queridos. Companheiros e Companheiras admiráveis, nos deixaram precocemente. Ainda não estava na hora da partida. Nosso lamento é profundo! Estejam em paz amigos (as)!!!!!!
O fato é que não devemos esperar muito deste ano. Precisamos, sim, saber muito bem o que queremos que aconteça ao longo dele e fazermos tudo aquilo que está ao nosso alcance para chegar lá.
O fundamento desse raciocínio está na diferença entre esperar e esperançar. Esperar tem a ver com o não agir e o não tomar decisões até a concretização de um evento que se tem por certo, provável ou desejável. Por outro lado, esperançar é almejar, buscar, é agir. E é assim que devemos proceder.
As pessoas que esperam, têm a atitude passiva de aguardar que algo lhes ocorra, vivendo no campo da probabilidade e do conformismo. Já os indivíduos esperançosos, dirigem esforços pessoais, para que a certeza que guardam dentro de si aconteça na prática.
Se a ansiedade é uma das consequências da espera e suas incertezas; a esperança traz a paz, porque se apoia na confiança de que algo acontecerá.
Se o contar com a sorte é típico daqueles que esperam; a competência é o maior trunfo de quem vive a esperança.
Esclarecidos os conceitos, preciso lembrar que atualmente muitas pessoas estão perdendo a esperança sem motivo para tanto. Não vivemos um período de guerras, estamos, sim, sofrendo uma pandemia, que vai passar. Precisa passar! Nosso país e o mundo envoltos as muitas dificuldades que já estão sendo superadas.
No Lions, mesmo com essa situação na saúde, conseguimos superar marcas históricas nos variados setores leonisticos, como aquisição de associados, melhorando a fidelização dos mesmos, maravilhosos treinamentos disponibilizados etc.  
Considero, apesar dos pesares um ano produtivo. 
Por isso, parebenizo o Colegiado Rubi através de seus Governadores (as) e a Presidência do MJF Eduardo Jacob/CaL Liliane.


PIN

Pin Colegiado